A diferença entre Apt e Apt-get no Ubuntu

A diferença entre Apt e Apt-get no Ubuntu

⌛ Reading Time: 4 minutes

O Ubuntu 16.04 já foi lançado e vem com novas mudanças interessantes. Você tem pacotes de snap, o popular sistema de arquivos do BSD – ZFS – e outras coisas. Uma coisa que você pode não ter ouvido falar, já que pequenas coisas tendem a se perder na briga, é Apt.

O que é Apt? É um novo gerenciador de pacotes para o Ubuntu que está prestes a assumir o “Apt-get”. Ele foi projetado para ser mais eficiente, seguro e fácil de usar. Então, o que é pensamento canônico ao introduzir o Apt? Existem diferenças reais entre o Apt e o Apt-get? Vamos descobrir!

Por que o Apt foi introduzido?

Apt foi introduzido em 16.04 para simplificar o gerenciador de pacotes e mesclar vários comandos em um único comando. As funções do “apt-get” foram obtidas e criadas para funcionar de maneiras semelhantes no Apt.

Apesar do fato de que esses novos comandos do Apt são criados para funcionar de maneira semelhante aos antigos comandos do Apt-get, esses novos comandos não estão chamando os antigos. Eles são completamente novos – novos comandos para interagir com os pacotes.

A principal razão para esta introdução do Apt está em seu núcleo: usabilidade. Quer as pessoas queiram admitir ou não, o Apt-get é uma ferramenta antiga e sua usabilidade é no mínimo questionável. O Apt foi redesenhado desde o início para ser muito mais eficiente e, de acordo com o manual do Apt, foi projetado para “ser agradável para os usuários finais”.

As diferenças entre Apt e Apt-get

Qual é a diferença entre os dois? Bem, para começar, você não precisa mais digitar sudo apt-get autoremove, para limpar o cache do pacote. Você também não precisa digitar sudo apt-cache search para encontrar um pacote.

Em vez disso, esses comandos foram substituídos por apt search e apt remove. Esta é principalmente a principal diferença que o Apt tem: pegar comandos do Apt-get, etc., que estão espalhados e reuni-los em uma área concisa.

apt-apt-get-help-screen

Essa não é a única diferença, no entanto. O Apt também apresenta bonitas barras de progresso para a instalação de software. Apt também tem pequenos acréscimos que o tornam mais inteligente que seu antecessor. Por exemplo: quando você atualiza as fontes de software com o Apt-get, não obtém uma maneira fácil de listar as atualizações pendentes. Com o Apt, basta executar sudo apt update, então apt list --upgradable. Pequenas coisas como essa aumentam as diferenças.

apt-list-upgradeeable-packages

Eles também adicionaram algumas cores extravagantes e, no geral, apenas tornaram a maneira como os pacotes são manipulados e instalados uma experiência muito mais rápida e fácil de usar. A Canonical ainda não está destruindo o Apt-get, mas quando o fizerem, será uma mudança bem-vinda.

Novos comandos Apt

Aqui está uma lista dos novos comandos do Apt, tirada diretamente de --help no terminal. Esses comandos são muito semelhantes aos comandos apt-get, mas projetados para serem simplificados.

apt-help-screen

Comandos básicos:

  • list – lista os pacotes com base nos nomes dos pacotes
  • pesquisa – pesquisa em descrições de pacotes
  • mostrar – mostrar detalhes do pacote
  • update – atualiza a lista de pacotes disponíveis
  • instalar – instalar pacotes
  • remover – remover pacotes
  • upgrade – atualize o sistema instalando / atualizando pacotes
  • atualização completa – atualize o sistema removendo / instalando / atualizando pacotes
  • editar fontes – edita o arquivo de informação da fonte

Procurando mais informações sobre o Apt? Abra seu terminal e digite man apt. Isso imprimirá todo o manual relacionado ao apt – perfeito para estudar se você estiver procurando aprender tudo sobre este novo gerenciador de pacotes que o Ubuntu introduziu.

Conclusão

O Apt-get é um software testado e comprovado. Já existe há muito tempo e levou usuários do Debian e do Ubuntu a vários lançamentos. Ele está sempre presente quando você precisa instalar algo, atualizar seu software ou até mesmo apenas limpar as fontes de software em seu sistema.

Ainda assim, está ficando velho. O gerenciador de pacotes não está mais pronto para funcionar, e é por isso que está sendo substituído lentamente pelo Apt no Ubuntu em breve. Os desenvolvedores do Ubuntu percebem que precisam atualizar seu gerenciador de pacotes para a era moderna: torná-lo mais rápido, mais simples, mais elegante e mais seguro.

Você acha que a introdução do Apt pela Canonical é uma coisa boa? Diga-nos porque ou porque não abaixo!

Crédito da imagem: muylinux