Como criar uma estação de trabalho de virtualização Linux

Cum să creați o stație de lucru de virtualizare Linux
⏱️ 7 min read

A virtualização está se tornando mais comum hoje em dia. A capacidade de pegar sua máquina existente e provisionar várias máquinas virtuais ajuda tremendamente com coisas como educação, teste e experimentação e produtividade. Sendo o Linux tão popular e poderoso como é, é um ótimo lugar para começar a construir um servidor de virtualização ou estação de trabalho para seu uso pessoal. Aqui é abordado como criar uma estação de trabalho de virtualização Linux do zero.

Arroz de feijão com molho de tomat...
Arroz de feijão com molho de tomate - Receita original Portuguesa

Compatibilidade de hardware de virtualização

Antes de começar a instalar qualquer pacote, você vai querer ter certeza de que sua CPU suporta virtualização de hardware. Muitos notebooks e CPUs de desktop modernos têm, mas é bom verificar. Os comandos abaixo verificarão seu arquivo “/ proc / cpuinfo” para a tecnologia necessária. Se você não tem certeza do que tem em seu sistema, tente ambos – não fará mal nenhum.

Meu sistema tem uma CPU Intel, então minha saída se parece com a imagem a seguir.

A saída de “grep vmx / proc / cpuinfo” em meu sistema

Se você não obtiver nenhuma saída em qualquer um desses comandos, você também pode apenas olhar para a saída de lscpu e localize a seção “Virtualização”. A minha parece a próxima imagem.

Virt Server Lscpu 1
A saída de lscpu em meu sistema com a linha de virtualização destacada

Sabemos que meu sistema está configurado para lidar com a virtualização. Eu também recomendo pelo menos 8 GB de RAM em seu sistema. Para obter a melhor experiência, recomendo 16, 32 ou até 64 GB de RAM. Isso lhe dará muito espaço para configurar e executar várias VMs sem se preocupar em ficar sem RAM, e você pode criar redes cliente / servidor completas ou frotas de estações de trabalho em um único sistema.

Instalando KVM

KVM significa Máquina Virtual baseada em Kernel, e é o melhor hipervisor nativo do Linux que existe. O desempenho é excelente e existem várias maneiras de gerenciar suas máquinas virtuais KVM. QEMU frequentemente acompanha o KVM como uma forma de emular hardware.

Para instalar tudo que você precisa para o seu servidor, execute os seguintes comandos:

Para Fedora:

Para distribuição baseada em Ubuntu / Ubuntu:

Virt Server Dnf Groupinstall
Instalando o Grupo DNF “Host de Virtualização”

Depois de instalar o KVM, certifique-se de verificar se o módulo do kernel está carregado com este comando:

E que você inicie e habilite o daemon para KVM com o comando abaixo:

Sua saída deve ser semelhante à imagem a seguir.

Virt Server Lsmod Systemctl
Verificando se o módulo do kernel KVM e o serviço libvirt estão carregados e em execução

Muitos outros guias agora farão com que você configure uma ponte para que todas as suas VMs acessem a rede externa. Não vou cobrir isso aqui, mas aqui está um link para o Arch Wiki que ensina várias maneiras diferentes de fazer isso. Isso será útil se você quiser que suas VMs forneçam serviços para sua rede mais ampla, mas se você estiver usando apenas para teste e sandbox, as opções de rede padrão são adequadas.

Instalar e gerenciar VMs KVM com uma GUI

Existem várias maneiras de gerenciar suas máquinas virtuais KVM. Se você estiver usando uma área de trabalho gráfica para sua estação de trabalho ou servidor Linux, você pode usar o Virtual Machine Manager ou GNOME Boxes *, ou se você estiver executando um servidor somente CLI e estiver procurando por uma interface GUI para ele, você pode usar Faça cockpit e gerencie seu VMS instalando o aplicativo “Máquinas” no menu “Aplicativos” da interface. Todas essas ferramentas de GUI também permitirão que você instale VMs KVM.

* GNOME Boxes é facilmente a maneira mais simples de lidar com máquinas virtuais KVM, mas você não obtém o mesmo controle que obtém com as outras ofertas em termos de rede, armazenamento e configuração de hardware.

Instalando VMs KVM a partir do Terminal

Você também pode usar as ferramentas CLI que vêm com os pacotes instalados pelos comandos acima. virt-install é uma ótima ferramenta para instalar máquinas virtuais KVM sem ter que mexer com as definições XML. Existem muitas opções diferentes disponíveis para usar com virt-install. No entanto, tive mais sucesso com o seguinte modelo:

Instalação Virt Server Virt
Instalando uma VM Fedora usando o modelo acima

Isso deve definir todos os aspectos de que você precisa para o sistema. Você também pode instalar na rede, importar imagens e especificar a localização do disco, especificando “path = / PATH / TO / DIR / DISKNAME.qcow2” após o size opção separada por uma vírgula. Aqui está um link para a documentação da Red Hat sobre virt-install.

Isso abrirá o Visualizador Remoto (também chamado virt-viewer) e permite que você execute o processo de instalação do sistema operacional normalmente. Você precisará acessar uma GUI, portanto, se o seu servidor não tiver interface, recomendo o uso do Cockpit conforme mencionado acima. Você também pode usar arquivos de kickstart para instalar distros baseadas em RHEL com virt-install.

Gerenciando VMs KVM a partir do Terminal

O comando principal que você usará para gerenciar VMs KVM é virsh. Ele está disponível como um comando ou como um shell interativo, portanto, digitá-lo é tão simples quanto digitar sudo virsh e pressionando Enter.

Virt Server Virsh

Para alguns exemplos, agora você pode listar todos os seus domínios com list --all, comece domínios com starte encerrar domínios com shutdown.

Exemplos de Virt Server Virsh
virsh exemplos em uma sessão interativa

Há um grande número de virsh opções, então eu encorajo você a verificar as man páginas e explore todas as coisas importantes que você pode gerenciar no terminal sobre suas máquinas.

Você também pode usar SSH em suas VMs usando seu endereço IP. Eles obtêm IPs do virbr0 interface e as interfaces das VMs são abertas para acesso SSH por padrão.

Agora que você tem uma estação de trabalho de virtualização em seu sistema Linux, certifique-se de aprender como acelerar facilmente suas máquinas virtuais e acessar suas VMs Linux usando VNC.

Relacionado:

Join our Newsletter and receive offers and updates! ✅

0 0 votes
Article Rating
Avatar of Routech

Routech

Routech is a website that provides technology news, reviews and tips. It covers a wide range of topics including smartphones, laptops, tablets, gaming, gadgets, software, internet and more. The website is updated daily with new articles and videos, and also has a forum where users can discuss technology-related topics.

Você pode gostar...

Subscribe
Notify of
guest
0 Comments
Inline Feedbacks
View all comments
0
Would love your thoughts, please comment.x