Cât de mare poate obține un atac DDoS?

Quão grande pode chegar a um ataque DDoS?

⌛ Reading Time: 3 minutes

A negação de serviço distribuída (DDoS) é a maneira mais comum que os hackers usam para desativar abruptamente sites, servidores de jogos e vários outros serviços que dependem da Internet. A gravidade do ataque pode variar, desde um pequeno inconveniente até a total derrubada de um servidor. Às vezes, é mais do que apenas um servidor envolvido. Sim, por muitos anos, grupos e indivíduos ambiciosos tiveram alvos muito maiores em mente ao planejar seus ataques. Alguns até conseguiram. Onde eles traçam o limite? Existe algum limite para o tamanho desses ataques?

O que aprendemos com a história

O número de ataques DDoS, no momento da publicação deste artigo, está subindo. Com um acesso tão fácil às ferramentas que permitem às pessoas realizar esses ataques, o problema provavelmente vai piorar. O efeito cascata desse aumento nos ataques pode ser sentido em muitos ataques de alto perfil, como o tempo de inatividade experimentado pela Sony PlayStation Network em 2014, que causou pânico para milhões de pessoas que tentavam acessar a rede.

Os governos também entraram em ação. Um exemplo disso seria o Ataque de março de 2015 no GitHub pelo governo chinês que levou ao fechamento de dois projetos.

Outros ataques incluem o Ataque de servidor raiz DNS de 2007, que conseguiu causar uma quantidade significativa de problemas. Quando um servidor raiz está fora do ar, nenhum dos domínios sob seu controle pode ser acessado, tornando uma quantidade enorme de sites incapazes de operar.

O que medimos?

Largeddos-largura de banda

Existem duas maneiras de medir um ataque DDoS. Você pode contar a quantidade de largura de banda mantida durante o ataque ou o número de pessoas afetadas por ele. A segunda métrica é muito difícil de avaliar, pois não temos como realmente coletar uma estatística precisa sobre o número de pessoas que são incomodadas por um determinado ataque. No entanto, nós pode medir a largura de banda.

18 de março de 2013, marcou um dia que ficaria na história como o ataque DDoS mais sem precedentes já executado em termos de largura de banda até aquele ponto. Spamhaus, um site que rastreia spammers, sucumbiu a um ataque que acabou excedeu 120 gigabits por segundo. Esse ataque em grande escala, no entanto, foi diminuído quase imediatamente por outro ataque em 2014 que conseguiu atingir a marca de 400 gigabits por segundo, desacelerando a conectividade com a Internet em grande parte da União Europeia e parte dos Estados Unidos.

Esses dois ataques são de longe alguns dos piores que já vimos na história. O fato de os hackers estarem achando mais fácil encontrar maneiras de ganhar mais largura de banda torna muito possível que testemunharemos ataques que causarão muito mais danos no futuro. Se essa tendência continuar ao longo dos próximos anos, podemos também chamar isso de Idade de Ouro dos DDoS.

Como podemos parar isso

Muitas empresas estão atualmente investindo em soluções que mitigam DDoS para elas, mas nem sempre está dentro do orçamento de uma empresa empregar hardware e software de última geração para essa finalidade. Teremos que ajudá-los nessa luta, e a melhor maneira de fazer isso é sermos prudentes no que baixamos e nos sites que acessamos. Os invasores usam outros computadores por meio de vírus e scripts obscuros para executar um DDoS, fazendo com que milhares de sistemas enviem solicitações de conexão a um servidor específico. Certifique-se de baixar coisas apenas de fontes confiáveis!

O que você acha? Você tem algum outro conselho sobre como podemos ajudar a impedir DDoS? Conte-nos mais em um comentário!